Feeds:
Posts
Comentários

Archive for novembro \29\UTC 2010

 

Os alunos do terceiro ano da Escola de Arte Dramática (EAD) da Escola de Comunicações e Artes (ECA) da USP – encenarão o espetáculo Tebas.

A peça é feita a partir de quatro diferentes tragédias gregas: Édipo Rei, Édipo em Colono, Sete contra Tebas e Antígona. Numa única sequência, o espetáculo mostra a trajetória desde Édipo, ainda rei, até a morte de sua filha Antígona, depois da guerra promovida pelos irmãos. As cenas são realizadas também no espaço externo ao teatro e usam várias linguagens artísticas.

Quando: de terça-feira a sábado, às 21 horas, e domingo, às 20 horas. De 7 a 19 de dezembro, o espetáculo Tebas, com direção de Luís Mármora.

Como chegar: Teatro Laboratório da ECA, Sala Alfredo Mesquita (Rua da Reitoria, 215, Cidade Universitária, São Paulo — travessa da Av. Professor Luciano Gualberto).

Preço: entrada franca, e a bilheteria abre uma hora antes do início do espetáculo

O espetáculo é recomendado para maiores de 12 anos e tem duração de 120 minutos.

Mais informações: (11) 3091-4376

créditos: Publicado em 29/novembro/2010 – Do USP Online – agenusp@usp.br

Read Full Post »

Antes de mais nada, algumas dicas (porque eu sou bonzinho):

a) Mew… Faça uma lista com as prioridades:
os livros dos sonhos e/ou os mais caros. Tendo em vista a lista: agrupe os títulos por editora. Porque a Festa é organizada por editoras, daí basta dar a lista na mão do vendedor: “quero todos esses”.
Daí evita de ficar de um lado para o outro como barata tonta 😉

b) Dê preferência a dinheiro vivo, porque – geralmente – a rede das maquinas de cartão de crédito ficam ‘fora do ar’ por horas – devido a quantidade de gente comprando. Geralmente aceitam cheque!

c) Ah sim: preste muita atenção no estado do livro, porque mew… Acredite: não é à que toa os  livros estão ali – pela metade do preço.

Ou você pensa as pessoas são boazinhas, principalmente aquelas que dizem “eu te amo, de corpo e alma, e meu amor é puro”!? Pois pensou errado! Porque, depois de três anos e meio – tentando fazê-la feliz, inutilmente, porque ela não poderia ser feliz escondendo algo no coração; depois dela ter vivido todo este tempo movida pelo ciúme, que corroía o relacionamento; depois de tê-lo deixado semear e cultivar o amor num campo minado, onde havia uma bomba-relógio-atômica escondida: te acusando, julgando e condenado por crimes que você não cometeu: “você tem outra, há outra no seu coração, você não me ama” nhe, nhe, nhem, depois ela diz: “pois não é que tinha alguém no meu coração, há mais de sete anos ? – e agora estamos juntos, e a culpa é toda sua  – porque você que me afastou de ti [e nem metade da ‘culpa’ é dela, devido ao ciúme e a projeção do que ocorria com ela, né!? isso não… claro que nao, magina!]. E agora estou feliz, me sentindo leve e serena: passar bem”.

d) Por fim,  tente ir logo no primeiro dia, e o mais cedo que puder. Porque no dia 26 só terá o resto do resto!

A 12ª edição da Festa do livro da USP  será realizada nos dias 24, 25 e 26, das 9 às 21 horas, no saguão do prédio da Geografia e História da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH) da USP. Todos os livros vendidos durante o evento terão, obrigatoriamente, desconto mínimo de 50% em relação ao preço de capa praticado pelos editores.

Organizada pela Editora da USP (Edusp), a Festa do Livro da USP é um evento gratuito e aberto ao público geral. O endereço do prédio da Geografia e História é Av. Prof. Lineu Prestes, 338, Cidade Universitária, São Paulo.

Read Full Post »

Por:  Rafael – http://wertherlagrimas.wordpress.com/

A mente enclausurada no presente, desprovida de uma visão posifiva (factível) do futuro, toma as alegrias e as dores terrenas de um modo demasiadamente importante. Assim, nos pequenos dissabores, o coração já fica tumultuado e rápido se cai no desânimo. O presente é o seu único tesouro, como ele é quase sempre ápatico e linear, a vida toma uma forma horizontal e sem muito sentido.

Hoje estamos numa época de extremo sentimentalismo inferior e de pouca educação emocional. Mas a verdadeira educação só é auferida sob a lei e a luz de um Ideal. Como houve a morte de Deus e a morte do Ideal, as pessoas realmente não se educam e ficam assim: a mercê de seus corações infantilizados, passando a vida inteira sob a espera ou o desgosto do Principe ou Princesa que não toma seu posto.

Read Full Post »